Publicado em: 26 de agosto de 2019
Por quê?

Para: segunda-feira, 26 de agosto de 2019.
Leia em sua Bíblia Jeremias 12.1-6.

Ó Senhor Deus, se eu discutisse esse meu caso contigo, tu provarias que estás com a razão. Mas eu preciso te fazer algumas perguntas sobre a tua justiça. Por que os maus ficam ricos? Por que os desonestos conseguem sucesso?” (Jr 12.1) 

O profeta Jeremias questiona: Por que os maus ficam ricos? Por que os desonestos conseguem sucesso? (Jr 12.1). Esse é um questionamento que hoje muitos fazem, uns por curiosidade e outros até mesmo por raiva de Deus, pois veem pessoas ruins vivendo bem e pessoas boas definhando. 

Johann Gerhard, um teólogo do início do século XVII, estudando esse questionamento de Jeremias, escreveu: “Deus realiza todas as coisas com justiça, embora nem sempre consigamos perceber a razão da sua justiça”. Realmente, muitas vezes o ser humano é incapaz de compreender a justiça e as ações de Deus ou conciliar a sua providência com o mal que se experimenta. Jeremias é um exemplo. Em desespero, falando sobre os maus, ele chega ao ponto de acusar Deus: “Tu os plantas, e as suas raízes se firmam; eles crescem e produzem fruto (Jr 12.2).  

Nem Jeremias e nem qualquer ser humano consegue ver o quadro todo, tudo o que envolve a ação de Deus. O próprio senso de certo e errado é algo manchado e pervertido pelo pecado. No entanto, tenhamos bom ânimo, pois uma coisa é certa: Deus trabalha continuamente no mundo por justiça e pela salvação das pessoas. E isso é algo que ele garante pela cruz de Cristo! 

Por fim, é preciso lembrar que Deus não tem a obrigação de dar a Jeremias ou a qualquer pessoa uma resposta direta à sua pergunta sobre o porquê. É preciso aprender a confiar, dia após dia, na providência divina. Afinal, o mais importante ele já fez ao enviar seu Filho para nos salvar. Com toda a certeza, ele também faz, da melhor maneira, a aplicação das suas bênçãos e dos desafios em nossa vida aqui

Oremos: Pai celestial, ensina-nos a sermos pacientes quando não entendermos o porquê das coisas. Pelo teu Espírito, guia-nos à cruz de Cristo Jesus e ajuda-nos a confiar sempre em ti. Amém.