Publicado em: 11 de junho de 2019
A obra-prima de Deus

Para: terça-feira, 11 de junho de 2019

Leia em sua Bíblia: Gênesis 1.9-19

“Deus viu que o que havia feito era bom.” (Gn 1.10)

Imagine um artista desenhando o quadro que será a obra-prima de sua carreira. Com calma e precisão, cada traço é escolhido e planejado, a fim de que tudo seja perfeito. Aos poucos a obra-prima vai tomando forma e o artista encantado com seu trabalho exclama: “Está tudo perfeito!” Repetidamente essa exclamação é feita enquanto o artista apaixonadamente desliza o pincel sobre a tela.

Maravilhado com a obra da criação do mundo, o escritor de Gênesis repetidamente relata que “Deus viu que o que havia feito era bom” (Gn 1.10). A cada ato de criação, o próprio Deus apaixonadamente exclamava que tudo estava perfeito. As cores, os traços, os contornos e as dimensões cuidadosamente idealizados por Deus estavam se tornando reais e tudo era muito bom.

Imagine ainda que aquele artista tenha terminado a sua obra-prima e ela tenha ficado perfeita. O artista ainda sorria cheio de admiração, quando um acidente fez com que o seu quadro fosse terrivelmente manchado. De forma alguma aquela mancha poderia ser suportada. Mas não pense que o artista rasgou essa tela. Pelo contrário, por tanto amar sua obra, ele não poupou esforços para recuperá-la.

O mundo criado por Deus era perfeito. Porém, essa obra-prima foi manchada e estragada pelo pecado. Deus, contudo, não desistiu da sua obra-prima. Pelo contrário, ele planejou a sua restauração. Esse plano se cumpriu em Jesus. Deus, o Criador, “trouxe a paz por meio da morte do seu Filho na cruz e assim trouxe de volta para si mesmo todas as coisas, tanto na terra como no céu” (Cl 1.20). O perdão de Jesus restaura a obra-prima do Criador.

Oremos: Querido Jesus, tu me criaste maravilhosamente. Restaura-me por meio do teu perdão e dá-me a viva esperança de que um dia estarei no céu onde tudo é perfeito. Amém.