Publicado em: 11 de janeiro de 2019
A missão do Servo do Senhor

Para: sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

Leia em sua Bíblia: Isaías 42.1-9

“Para abrir os olhos dos cegos, pôr em liberdade os prisioneiros e soltar os que estão em prisões escuras.” (Is 42.7)

Cegueira e prisão têm algo em comum, ou seja, tiram das pessoas duas coisas muito preciosas: a visão e a liberdade. Sem poder ver e impedidas de ir para onde querem, as pessoas estão sujeitas ao domínio da situação em que se encontram.

Exatamente assim se encontra cada pessoa já ao nascer. Nascemos cegos para as coisas de Deus e prisioneiros do pecado e da condenação dele decorrente. Não somos capazes de conhecer o verdadeiro Deus, de saber qual a sua vontade para conosco, nem daquilo que ele fez a nosso favor. Somos vítimas da cegueira espiritual e, por isso, condenados à prisão guardada pelo pecado e pela condenação.

Por isso é tão bem-vinda a palavra do profeta Isaías, inspirado pelo Espírito Santo. Ele escreveu o que o Senhor Deus disse: “Eu o criei e o enviei como garantia da aliança que vou fazer com o meu povo, como a luz da salvação que darei aos outros povos; para abrir os olhos dos cegos, pôr em liberdade os prisioneiros e soltar os que estão em prisões escuras” (Is 42.6-7). Isaías profetiza a vinda e a missão do Servo do Senhor, que não é outro a não ser Jesus Cristo. Apenas ele é capaz de nos tirar da cegueira e nos pôr em liberdade. Essa verdade destaca o extraordinário valor da vinda de Jesus Cristo a cada um de nós, tal como faz exatamente agora, por meio da sua palavra.

Com os olhos abertos por Jesus, vemos as coisas de Deus e podemos viver na liberdade na qual ele nos coloca. Você vê, você é livre, graças à presença do Servo do Senhor na sua vida!

Oremos: Jesus Cristo, Servo do Senhor, és sempre bem-vindo em minha vida. Recebo-te com imensa gratidão. Amém.