Publicado em: 30 de novembro de 2019
Vivendo em união com Jesus

Para: sábado, 30 de novembro de 2019
Texto: 1Coríntios 1.3-9 

Deus é fiel e chamou vocês para que vivam em união com o seu Filho Jesus Cristo, o nosso Senhor.” (1Co 1.9)

Viver em união com alguém é algo que traz muita alegria às pessoas. Quando duas pessoas vivem em união, elas podem compartilhar momentos bons, podem contar com a ajuda uma da outra, podem se complementar de várias maneiras para que as duas progridam e sejam felizes. O livro de Eclesiastes conclui: “É melhor haver dois do que um, porque duas pessoas trabalhando juntas podem ganhar muito mais. Se uma delas cai, a outra a ajuda a se levantar. Mas, se alguém está sozinho e cai, fica em má situação porque não tem ninguém que o ajude a se levantar” (Ec 4.9-10). 

Ao mesmo tempo, a vida em união traz grandes dificuldades. Quando passamos muito tempo com alguém, começamos a perceber as falhas e os defeitos do outro. E isso torna a convivência um obstáculo em muitas situações. Como seria bom se pudéssemos viver em união com alguém perfeito, que não precisasse de nós, mas que nos oferecesse as coisas positivas da vida em união! 

É mais ou menos isso que, segundo a Bíblia, nós temos com Jesus. Ela diz assim: “Deus é fiel e chamou vocês para que vivam em união com o seu Filho Jesus Cristo, o nosso Senhor” (1Co 1.9). Viver em união com Jesus nos dá todas as coisas boas da vida em união entre duas pessoas aqui: podemos compartilhar todas as coisas boas com ele, e as más também; podemos contar com a ajuda dele sempre; e podemos ter a certeza de que ele nos completa em tudo. No entanto, nós não podemos complementar Jesus em qualquer sentido; ele não precisa da nossa ajuda, e ele não tem qualquer defeito. A união com Jesus é a melhor união que podemos experimentar nesta vida! Ele, que não tem defeito, vê os nossos defeitos, mas está sempre disposto a nos perdoar e a nos ajudar. 

 Oremos: Jesus, amigo e Salvador, obrigado por estares presente em minha vida. Continua sempre me oferecendo o teu perdão e a tua paciência, para que a minha união contigo nunca acabe. Amém.