Publicado em: 27 de fevereiro de 2019
Temor e não medo

Para: quinta-feira, 28 de fevereiro

Leia em sua Bíblia: Salmo 2.6-12

“Adorem o Senhor com temor. Tremam e se ajoelhem diante dele.” (Sl 2.11)

O Salmo 2 nos fala a respeito do grande Rei, o escolhido de Deus. Esse é um salmo messiânico, pois faz referência direta a Jesus, o Messias, o Filho de Deus, o Rei dos reis, o Senhor que tem autoridade sobre o mundo inteiro e também sobre todas as pessoas. Para este soberano Rei o salmista faz o convite: “Adorem o Senhor com temor. Tremam e se ajoelhem diante dele” (Sl 2.11).

Martinho Lutero viveu os primeiros anos da sua vida com muito medo de Deus. Ele não encontrava paz interior porque via em Deus apenas um juiz severo, que, do céu, olhava as coisas erradas que ele, Martinho, fazia. Mas esse medo de Deus acabou quando Lutero teve a oportunidade de estudar a Bíblia. Somente assim ele percebeu que Deus, sendo Rei todo-poderoso, o amava e tratava como filho, pois enviara Jesus para perdoar todos os seus pecados e dar-lhe uma nova vida.           Confiando no perdão que vem de Jesus, vivemos sem medo e em completa paz. Essa transformação desenvolveu em Lutero uma vida de temor a Deus.

Quando você crê e percebe o quanto o Rei dos Reis ama você, a ponto de tratar você como filho e herdeiro da vida eterna, você também vai querer temer, amar e obedecer.  Dessa maneira, tudo o que a Palavra de Deus revela será para você uma fonte de sabedoria, para conduzir você em uma vida feliz e abençoada. É isso o que nos diz o Salmo 11.10: “Para ser sábio, é preciso primeiro temer a Deus, o Senhor”.

O temor a Deus só pode ser desenvolvido por meio da fé em Jesus. Com Jesus, o medo acabou, pois é por meio de Cristo que recebemos a grande misericórdia do Senhor e a garantia do perdão de todos os nossos pecados.

Oremos: Santo Deus, Rei dos reis, obrigado porque vieste ao meu encontro. Diante do teu grande amor revelado em Jesus eu quero temer-te, adorar-te e servir-te em todos os dias da minha vida. O teu poder me traz paz e segurança. O teu perdão enche os meus dias de esperança. Somente a ti quero adorar. Amém.