Publicado em: 07 de agosto de 2019
Será verdade?

Para: quarta-feira, 7 de agosto de 2019

Leia em sua Bíblia: Jó 2.1-10

“Assim, apesar de tudo, Jó não pecou, nem disse uma só palavra contra Deus.” (Jó 2.10)

O livro de Jó mostra um diálogo complexo e misterioso entre Deus e o Diabo. O que parece um jogo de dados para que Jó amaldiçoe o seu Criador revela importantes verdades. A dúvida que fica é se alguns princípios deste capítulo ainda permanecem vigentes na nossa sociedade cada vez mais materialista, imediatista e consumista.

Satanás, que conhece bem o ser humano e nos provoca constantemente com complicadas tentações, afirma: “É só tocar na pele dele para ver o que acontece. As pessoas não se importam de perder tudo desde que conservem a própria vida” (Jó 2.4). Será que isso ainda é verdade? Quanto vale uma vida humana hoje? O que fazemos para cuidar da vida e preservá-la?

Jó diz algo difícil para os nossos tempos: “Se recebemos de Deus as coisas boas, por que não vamos aceitar também as desgraças?” (Jó 2.10). Sempre que aparece uma tragédia que consome muitas vidas, alguém pergunta: “Onde estava Deus que deixou isso acontecer? Se Deus é amor, como ele permite que tragédias, guerras ou acidentes provoquem tanta tristeza?” Quando tudo vai bem, é normal ter amnésia de Deus e esquecer tudo. Quando ele permite o mal, às vezes provocado por nós mesmos, imediatamente colocamos a culpa nele. Por isso impressiona que “apesar de tudo, Jó não pecou, nem disse uma só palavra contra Deus” (Jó 2.10).

Na sua imensa sabedoria, Deus enviou o seu Filho Jesus para resolver o principal problema desde a queda em pecado descrita no livro de Gênesis: a difícil entrada no céu, agora aberto graças ao sangue inocente do Salvador Jesus. Com a fé nele, todas as outras coisas passam para um outro plano e por mais que sejam dolorosas e provoquem tristeza, não nos podem afastar do único porto seguro que é Deus.

Oremos: Amado Pai, envia o teu Espírito Santo para que eu nunca diga uma só palavra contra ti. Em nome de Jesus. Amém.