Publicado em: 23 de janeiro de 2019
Quando o leão ruge

Para: quarta-feira, 23 de janeiro de 2019

Leia em sua Bíblia: Amós 3.1-8

“Quando o leão ruge, quem não fica com medo? Quando o Senhor Deus fala, quem não anuncia a sua mensagem?” (Am 3.8)

No livro do profeta Amós, Deus lembra que tinha escolhido aquele povo como suas testemunhas, mas que eles muitas vezes se afastaram da sua santa vontade.

É um texto cheio de exemplos, com frases que parecem frases de para-choque de caminhão. E por isso são bem fáceis de compreender. Deus está falando, por meio de Amós, sobre o pecado que o povo cometeu. Lendo o livro de Amós percebemos que a criminalidade e a maldade assolavam o país. E isso acontecia porque as pessoas tinham se afastado de Deus.

Algo muito semelhante acontece atualmente. Nós vivemos em um mundo cada vez mais complicado, com pessoas cometendo todas as espécies de crimes. Do mais violento ao menos visível, ou seja, aquele cometido na surdina dos corredores do poder. Corrupção e crimes, como vemos, não são novidade, mas também não são da vontade de Deus. Deus quer que os seus filhos sigam as suas leis de amor a Deus e ao próximo. Por isso o profeta clama: “Quando o leão ruge, quem não fica com medo? Quando o Senhor Deus fala, quem não anuncia a sua mensagem?” (Am 3.8). Certos da salvação em Jesus, ouvimos a mensagem e buscamos fazer a vontade de Deus.

Certamente você já viu alguma história sobre alguém que achou uma carteira ou uma sacola de dinheiro e a devolveu. E isso vira uma notícia “espetacular” porque nosso mundo parece crer que o normal é achar a carteira e ficar com ela. Mas sob a orientação de Deus, o normal é devolver. O normal é ser honesto. O normal é procurar o bem de todos, mesmo que discordemos de seu time de futebol ou de sua posição política. Em Cristo, ouvimos a voz de Deus, ou o “rugido do leão” e fazemos o bem que Deus deseja neste mundo, mesmo que não haja recompensa aqui. Aliás, muitas vezes a única recompensa será uma consciência tranquila. Essa é a melhor recompensa aqui. E, no céu, pela fé em Jesus, seremos recompensados também.

Oremos: Senhor misericordioso, faze-me sempre ouvir a tua voz e viver a tua vontade. Por Jesus. Amém.