Publicado em: 13 de abril de 2019
O menor e o maior que já existiu

Para: sábado, 13 de abril de 2019

Leia em sua Bíblia: Filipenses 2.5-11

“Pelo contrário, ele abriu mão de tudo o que era seu e tomou a natureza de servo, tornando-se assim igual aos seres humanos.” (Fp 2.7)

Ao educar crianças, o ato de se abaixar para ficar da altura delas durante a conversa, olhando em seus olhos, é uma ação bem simples e que causa grande impacto no relacionamento. Isso contribui para que a criança compreenda e entenda melhor aquilo que os adultos dizem.

Jesus fez isso por nós: “Ele tinha a natureza de Deus, mas não tentou ficar igual a Deus. Pelo contrário, ele abriu mão de tudo o que era seu e tomou a natureza de servo, tornando-se assim igual aos seres humanos. E, vivendo a vida comum de um ser humano, ele foi humilde e obedeceu a Deus até a morte — morte de cruz” (Fp 2.7). Jesus desceu para se colocar do nosso “tamanho” e assim nos ensinar o caminho que nos leva aos céus. Contudo, por sermos crianças que ainda precisam se alimentar do leite espiritual, Jesus desceu não apenas para ficar do nosso tamanho e nos ensinar, mas para nos servir ao tomar sobre si o castigo que nós merecíamos por causa dos nossos pecados, morrendo na cruz em nosso lugar.

Foi por essa razão que Deus deu a Jesus a mais alta honra e pôs nele o nome que é o mais importante de todos os nomes, para que assim todas as pessoas declarem abertamente que Jesus é o Senhor.

Jesus chegou no lugar mais baixo possível para que na cruz todos vejam nos olhos de Jesus o amor de Deus pela humanidade. E, olhando para a cruz, todos possam cair de joelhos e reconhecer Jesus como Senhor. Um gracioso Senhor que nos alcançou e nos resgatou da morte eterna para que abertamente possamos confessar o seu nome e pelo seu nome sermos salvos.

Oremos: Obrigado, querido Jesus, por te colocares em meu lugar e venceres a morte. Dá que, a cada dia, eu viva sob o poder e a graça do teu Santo Espírito. Em teu nome declaramos abertamente que Jesus Cristo é o Senhor para a glória de Deus, o Pai. Amém.