Publicado em: 02 de abril de 2019
Inocentes

Para: terça-feira, 2 de abril de 2019

Leia em sua Bíblia: Romanos 8.1-8

“Agora já não existe nenhuma condenação para as pessoas que estão unidas com Cristo Jesus.” (Rm 8.1)

No cinema, são muito apreciados aqueles filmes que envolvem grandes julgamentos. O suspense sobre quem é o culpado faz parte da trama, assim como mostrar a capacidade de argumentação dos advogados e promotores. Nesses filmes, normalmente acontecem reviravoltas surpreendentes bem na hora em que parecia tudo perdido.

No filme da nossa vida, todos nós também estávamos no banco dos réus. A acusação: cometemos incontáveis pecados, e a nossa natureza é sermos pecadores. Somos irrecuperáveis. E “as pessoas que vivem de acordo com a sua natureza humana não podem agradar a Deus” (Rm 8.8). Não temos como nos desculpar, nem como culpar a outras pessoas. No nosso filme não existe nem mesmo suspense, pois o final já é conhecido: a condenação eterna.

Mas Deus efetua uma reviravolta na nossa história. Surge no filme da nossa vida um advogado que nunca perde. E esse mesmo advogado já pagou a dívida e compensou os erros, anulando a sentença que pesava sobre nós. “Agora já não existe nenhuma condenação para as pessoas que estão unidas com Cristo Jesus” (Rm 8.1). Sim, já não existe condenação para quem está unido com Jesus.

Mesmo que a tristeza ou a culpa por nossos erros e maldades venha a abater a nossa mente e pesar em nosso coração, podemos nos lembrar de novo: “Tudo já foi pago por Jesus. Deus me ama e me recebe como seu filho. Ele me aceita como inocente”. Não há alívio maior para quem anda desanimado ou entristecido consigo mesmo.

Oremos: Pai amado, obrigado por me aceitares como teu filho. Obrigado por Jesus, meu defensor, que pagou o preço e me tornou inocente para ti. Dirige a minha vida com o teu Espírito Santo, para que eu possa levar essa mensagem de perdão a outras pessoas. Amém.