Publicado em: 05 de março de 2019
Desde a concepção

Para: terça-feira, 05 de março

Leia em sua Bíblia: Salmo 51.1-13

“De fato, tenho sido mau desde que nasci; tenho sido pecador desde o dia em que fui concebido.” (Sl 51.5)

Davi conheceu o mais alto da glória humana. Ele foi o grande herói nacional ao derrotar o gigante Golias. Foi aclamado e amado pelo povo. Até soldados estrangeiros como Urias, o heteu, tinham verdadeira devoção ao rei. Mas, Davi era como qualquer um de nós. Ele tinha seus segredos obscuros: Davi era culpado de engravidar a esposa de Urias e de ordenar a morte desse fiel soldado. Por um tempo Davi viveu como se tudo isso não fosse algo tão ruim assim.

A ilusão só terminou quando o profeta Natã confrontou o rei Davi. Reconhecendo a perversidade de seu pecado, o rei concluiu: “De fato, tenho sido mau desde que nasci; tenho sido pecador desde o dia em que fui concebido” (Sl 51.5). Em sua confissão, Davi está dizendo que o pecado não é somente algo que cometemos por palavra, pensamento ou ações, mas é o que somos desde o primeiro momento de nossa vida.

Quando percebemos a extensão desse problema, o desespero toma conta de nosso ser, pois constatamos que somos incapazes de sair dessa situação sozinhos. Simplesmente não conseguimos. A única saída é voltar os olhos e clamar a Deus, que é o único que pode nos ajudar. Nesse momento, podemos unir as nossas vozes a Davi para pedir a Deus: “Por causa do teu amor, ó Deus, tem misericórdia de mim. Por causa da tua grande compaixão apaga os meus pecados” (Sl 51.1).

A misericórdia de Deus nos alcança por meio de Jesus que foi concebido pelo Espírito Santo, sem pecado algum, e sofreu o castigo em nosso lugar. Na cruz de Jesus, o nosso choro de desespero termina, pois somos agraciados pela ternura e amor de Deus, que jamais nos abandonará.

Oremos: Santo Deus, eu nasci em pecado e tenho sido mau desde o dia em que fui concebido. Mas, pela tua graça e amor, sou resgatado da morte eterna. Graças te dou, Senhor, por haveres me alcançado por meio de Jesus. Amém.