Publicado em: 14 de agosto de 2019
Cuidando com as palavras

Para: quarta-feira, 14 de agosto de 2019

Leia em sua Bíblia: Mateus 15.10-20

“Não é o que entra pela boca que faz com que alguém fique impuro. Pelo contrário, o que sai da boca é que pode tornar a pessoa impura.” (Mt 15.11)

O que Jesus quer dizer com estas palavras: “Não é o que entra pela boca que faz com que alguém fique impuro. Pelo contrário, o que sai da boca é que pode tornar a pessoa impura” (Mt 15.11)? Os fariseus haviam questionado Jesus por que os seus discípulos estavam comendo sem lavar as mãos. Era regra religiosa lavar as mãos antes de comer, pois a pessoas poderiam ter tocado em algo impuro, e ao pegarem na comida sem lavar as mãos tudo ficaria impuro. Ser impuro, para os fariseus, significava ser alguém que não estava de acordo com as exigências de Deus, e por isso, alguém que não podia participar dos cultos até ficar novamente puro. Ou seja, para eles, ser impuro era sinônimo de ser alguém que não é aceito por Deus.

Agora podemos entender o que Jesus disse. Não é o que entra pela boca que contamina, não é o que comemos que vai nos tornar impuros ou puros. Mas, “o que sai da boca é o que pode tornar a pessoa impura”. Ou seja, são as palavras que revelam o quanto somos pecadores, porque “a boca fala do que o coração está cheio” (Mt 12.34). São os desejos do coração que fazem uma pessoa cometer pecados e que revelam o quanto somos impuros diante de Deus.

Por isso Jesus está dizendo para não nos preocuparmos com o que comemos, e sim, com o que falamos. As nossas palavras podem proferir bênçãos ou maldição. Tudo depende do que está dentro do coração. Sabemos que, enquanto vivermos neste mundo, o nosso coração jamais estará completamente livre do desejo pecaminoso. No entanto, o Espírito Santo continua a agir em nossa vida e em nosso coração para nos preencher com o amor de Cristo. Com este amor em nosso coração, lutaremos para viver nos caminhos do Senhor, em honra, obediência e amor, falando palavras que transmitam graça aos que ouvem.

Oremos: Cria em mim, ó Deus, um coração puro e renova dentro de mim um espírito inabalável. Amém.