Publicado em: 28 de agosto de 2019
Choro e alegria

Para: quarta-feira, 28 de agosto de 2019
Leia em sua Bíblia Romanos 12.14-16

“Alegrem-se com os que se alegram e chorem com os que choram.” (Rm 12.15) 

O apóstolo Paulo aconselha: “Chorem com os que choram” (Rm 12.15). Será que ele deseja que as pessoas, ao verem alguém entristecido, façam com que esse alguém fique ainda mais triste? Não seria melhor sempre levar a alegria para quem chora? 

Quando Paulo diz alegrem-se com os que se alegram e chorem com os que choram, ele está especialmente nos ensinando a estarmos com o outro, a nos preocuparmos com o outro, a irmos ao encontro das necessidades do outro. 

Ao contrário do que muitas vezes se pensa e do que muitos escritores de livros de autoajuda ensinam, nem sempre aquele irmão ou irmã que está triste e sofrendo precisa ser alegrado, precisa sorrir e levantar a cabeça como se nada estivesse acontecendo e esquecer toda a sua tristeza. Às vezes, aquela pessoa que está sofrendo, que está chorando, precisa somente saber que não está só, que existe alguém ao lado dela, que existe um abraço, um ombro para encostar a cabeça. 

Um dos destaques mais interessantes da vida e da obra de Jesus Cristo é o fato de ele ter colocado a si mesmo junto da humanidade. Ele, literalmente, alegrou-se com os que se alegravam, como no casamento em Caná. E ele também chorou com os que choravam, como diante da morte de seu amigo Lázaro. 

Pense nisso: diante de alguém que chora, que sofre, que está triste pela perda de uma pessoa querida, é provável que o melhor que se pode fazer é estar junto dessa pessoa, abraçá-la e até mesmo chorar com ela. Sem dúvida, isso trará grande consolo para o coração e para a vida delaGestos assim, de cuidado e presença em amor, trarão muito mais consolo do que palavras mal escolhidas ou ditas de qualquer maneira, sem amor.  

Oremos: Pai amado, ajuda-me para que, por meio do teu Espírito Santo, eu saiba como ir ao encontro daqueles que necessitam. Por amor de teu Filho, Jesus Cristo. Amém.