Publicado em: 08 de fevereiro de 2019
Bem diferente

Para: quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

Leia em sua Bíblia: Mateus 5.38-42

“Vocês ouviram o que foi dito: ‘Olho por olho, dente por dente.’ Mas eu lhes digo: não se vinguem dos que fazem mal a vocês. Se alguém lhe der um tapa na cara, vire o outro lado para ele bater também.” (Mt 5.38-39)

Uma família estava viajando à noite. Tudo ia bem até que uma luz vinda por trás do veículo ofuscou os olhos do motorista. Rapidamente o coração do motorista encheu-se de raiva porque o carro atrás estava utilizando o farol com a luz alta. Como se isso não bastasse, o carro com a luz alta ultrapassou-o de forma perigosa.

O motorista sentiu alívio nos olhos, e um aperto no coração. Ele não pensou duas vezes e também ligou a luz alta. Foi quando alguém no carro disse: “Olho por olho, dente por dente”. A frase soou como o juízo de um tribunal e o motorista tentou livrar-se da culpa dizendo: “Só estou mostrando para ele como é ruim dirigir assim. Só quero que ele aprenda”. Mas qualquer frase que ele dizia era somente um amontoado de palavras ditas para esconder a real razão de ter acendido aquela luz alta: vingança!

Podemos até não gostar da expressão “olho por olho, dente por dente”, mas muitas vezes sentimos um imenso gosto pela vingança querendo fazer o outro sentir aquilo que nós sentimos.

Jesus disse algo diferente: “Vocês ouviram o que foi dito: ‘Olho por olho, dente por dente.’ Mas eu lhes digo: não se vinguem dos que fazem mal a vocês. Se alguém lhe der um tapa na cara, vire o outro lado para ele bater também” (Mt 5.38-39). E ele agiu de forma diferente também. Ele escolheu sentir aquilo que ele jamais queria que nós sentíssemos. Ele escolheu sentir o desprezo para que nós não fôssemos desprezados. Ele escolheu sentir o abandono para que nós não fôssemos abandonados. Ele escolheu ser crucificado para que nós não sentíssemos a dor da condenação eterna. Ele escolheu você para que você pudesse escolhê-lo em lugar da vingança.

Oremos: Jesus, agradeço-te por teres me escolhido e por não lançares a tua vingança sobre mim. Não mereço o teu amor, mas ainda assim tu me amas. Enche o meu coração com a tua paz para que eu procure o perdão em vez da vingança. Amém.