Publicado em: 20 de setembro de 2019
Ainda bem

Para: sexta-feira20 de setembro de 2019
Leia em sua Bíblia Isaías 55.6-9 

“Os meus pensamentos não são como os seus pensamentos, e eu não ajo como vocês.” (Is 55.8) 

Ainda bem que Deus nos avisa: “Os meus pensamentos não são como os seus pensamentos, e eu não ajo como vocês” (Is 55.8). Ainda bem que Deus é muito diferente de nós. Ainda bem que ele não trai, não mente, não esquece as suas promessas.  

Ainda bem. O que seria de nós se Deus agisse como nós agimos? Se ele simplesmente justificasse uma traição com uma filosofia de vida que celebra o prazer acima de tudo? O que seria de nós se Deus simplesmente desistisse de nós, como fazemos quando os nossos relacionamentos parecem não mais funcionar? O que seria de nós se Deus fizesse birra, e, emburrado, resolvesse mandar a chuva apenas para aqueles que o adoram e professam a sua fé nele, escolhendo quem merece ou não o seu cuidado? E se Deus resolvesse expor os nossos defeitos e pensamentos sombrios e vergonhosos para todos verem, como temos vontade de fazer para nos vingar de quem nos machucou? 

Ainda bem que os pensamentos de Deus e as suas ações não são como os nossos pensamentos e como as nossas atitudes. Quando finalmente notamos o quanto Deus é diferente de nós, começamos a perceber o que significa justiça e amor, de verdade. Ele, justo, nunca vai errar conosco. Amoroso, ele não vai deixar de querer o nosso bem. Quando ele oferece Jesus para ser o nosso salvador, aquele que recebe a nossa culpa e que paga a nossa sentença, ele não é como nós. Ele é Deus, Senhor da vida, Criador do universo, que é todo-poderoso mas que deseja que o chamemos de Pai, que falemos com ele em nossos dias ruins, que, arrependidos, busquemos o seu colo. E, como Pai perfeito, ele nos ouve, recebe e perdoa. Ainda bem. 

Oremos: Pai, obrigado. Tu tens sido generoso como eu nunca poderei ser em minha vida imperfeita. Dá-me humildade para reconhecer como tu és infinitamente melhor do que eu poderia imaginar. Ao lembrar do que Jesus fez por mim, faze-me perceber sempre de novo como os teus planos são melhores do que os meus. Amém.