Publicado em: 20 de novembro de 2019
A ressurreição faz toda a diferença

Para: quarta-feira, 20 de novembro de 2019
Texto: 1Coríntios 15.12-19 

Se a nossa esperança em Cristo só vale para esta vida, nós somos as pessoas mais infelizes deste mundo. (1Co 15.19) 

Não é raro encontrarmos pessoas que acreditam em Jesus mas não admitem que ele tenha morrido e ressuscitado de verdade. É bastante tentadora a teoria de que Jesus até existiu e foi um cara do bem, mas que ele não realizou realmente as coisas do final do seu ministério: ser sacrificado pelos pecados da humanidade, ter ressuscitado, subido aos céus e prometido retornar para estabelecer o seu reino. 

“Se a nossa esperança em Cristo só vale para esta vida, nós somos as pessoas mais infelizes deste mundo” (1Co 15.19), afirma o apóstolo Paulo que tem uma mensagem importante para compartilhar com quem crê num Jesus humano, mas não divino, morto, mas não revivido. É a mensagem que ele anunciou à igreja de Corinto, dedicando um capítulo inteiro de sua primeira carta. Frase após frase, ele repete: ressurreição, ressurreição. Jesus ressuscitou! É verdade. É real. É pra valer. E a ressurreição dele faz toda a diferença. É a prova da vitória contra o pecado, o diabo e a morte. É a garantia da nossa ressurreição e a certeza de que a nossa vida não acaba quando nosso coração para de bater. É o consolo para todos os que sofrem de saudade de alguém que já morreu. Há uma esperança de vida eterna concreta enraizada no fato histórico de que no terceiro dia, após ter sido pregado numa cruz e posto numa cova, Jesus se levantou dos mortos pelo poder de Deus. 

Jesus não foi apenas um guru espiritual ou um mártir do povo. Ele foi e fez mais que isso e nos convida a depositar nossa fé em sua verdadeira identidade e obra máxima. Ele é Deus, salvador, e a prova disso é que está vivo. Nós somos inspirados pelo exemplo e pelos ensinamentos de Jesus. Mas é seu sacrifício para o nosso perdão e sua vitória inegável voltando à vida que resolvem o nosso maior dilema e aniquilam os nossos maiores inimigos. 

Oremos: Vitorioso Jesus, falamos contigo e te seguimos porque sabemos que estás vivo. Glória a Deus por tua ressurreição! Amém.