Publicado em: 10 de agosto de 2019
A melhor das notícias

Para: sábado, 10 de agosto de 2019

Leia em sua Bíblia: Romanos 10.14-17

“As Escrituras Sagradas dizem: ‘Como é bonito ver os mensageiros trazendo boas notícias!’” (Rm 10.15)

O Antigo e o Novo Testamento da Bíblia se complementam de maneira fantástica. O que aconteceu antes serviu para ilustrar e anunciar a salvação que seria realizada séculos depois por Jesus Cristo. Histórias de heróis da Bíblia mostraram diferentes características do ser humano e do próprio Deus. Situações dramáticas como escravidão, exílio e sacrifícios eram sombra do que viria acontecer no futuro.

Isaías revelou a boa notícia de que o exílio estava terminando e Deus libertava o povo dos seus opressores: “Mas virá o dia em que o meu povo conhecerá o meu nome e saberá que sou eu, o Senhor, quem diz: ‘Eu estou aqui!’ Como é bonito ver um mensageiro correndo pelas montanhas, trazendo notícias de paz, boas notícias de salvação!” (Is 52.6-7).

Quem não gosta de receber boas notícias? Especialmente quando vivemos tempos em que tudo parece dar errado, quando aparecem as crises no bolso, na saúde, quando temos mais perguntas do que respostas. Deus sempre está atento a tudo o que acontece em nossa vida. Nada foge à sua preocupação. Até mesmo os cabelos da nossa cabeça estão numerados, disse Jesus.

Mas existe algo que esquecemos rapidamente. A pior das crises não é guerra ou doença. É o afastamento de Deus por causa do pecado. É uma crise aparentemente invisível, que muitos desprezam ou deixam para pensar quando estiverem mais idosos ou doentes. Por isso o apóstolo Paulo repete a frase do Antigo Testamento que diz: “Como é bonito ver os mensageiros trazendo boas notícias” (Rm 10.15). Todo aquele que é perdoado por causa da fé em Jesus Cristo e sua obra passa a ser um mensageiro de boas notícias.

Oremos: Eterno Pai, obrigado porque em teu Filho Jesus resolveste o nosso principal problema. Ajuda-nos a compartilhar isso com outros. Amém.