Publicado em: 29 de agosto de 2019
A casa de Deus

Para: quinta-feira, 29 de agosto de 2019
Leia em sua Bíblia Salmo 26

“Ó Senhor Deus, eu amo a casa onde vives, o lugar onde está presente a tua glória.” (Sl 26.8) 

 O Salmo 26 revela Davi proclamando os feitos maravilhosos de Deus, mesmo estando ele, Davi, diante de acusações e difamações. Em vez de perder-se em meio a esses ataques, o salmista confessa que confia inteiramente no Senhor Deus. Essa confiança o leva a não se desesperar com a opinião de seus inimigos, mas sim, olhar unicamente para a Palavra de Deus. Afinal, o Senhor é aquele que conhece tudo, inclusive o coração, os pensamentos e as intenções das pessoas. Isso significa que somente Deus pode conhecer o ser humano perfeitamente e integralmente. 

Davi, então, volta-se para a glória de Deus, para a sua presença infinitamente santa e bela. Ele ama o fato de esta glória residir no Tabernáculo, e por isso, ele confessa: “Ó Senhor Deus, eu amo a casa onde vives, o lugar onde está presente a tua glória” (Sl 26.8). 

Na casa do Senhor Deus, Davi encontra refúgio e proteção na presença graciosa e amorosa de Deus. O amor do salmista por esta casa não está relacionado à sua estética ou aos seus ornamentos, mas sim ao fato do próprio Deus ter prometido estar ali. Em seu evangelho, João nos faz lembrar de que Jesus Cristo é esta casa de Deus e, por isso, nele se enxerga a glória do Pai (Jo 1.14). Isso significa que quando estamos em Cristo por meio da Palavra de Deus, estamos debaixo da glória do Senhor, usufruímos da sua presença e desfrutamos do seu perdão, da vida e da salvação.  

Amar a casa de Deus, querer estar nela e receber o refúgio, a força e o socorro que vem do Senhor por meio da sua Palavra poderosa é estar em Cristo e confiar nele. 

 

Oremos: Bondoso Pai, obrigado por concederespor meio do Espírito Santo, a oportunidade e o privilégio de estarmos em tua casa e sermos acolhidos na tua misericórdia. Em nome de Jesus. Amém.