Publicado em: 24 de janeiro de 2020
Segunda chamada 

Para: sexta-feira24 de janeiro de 2020
Texto:  

“Pela segunda vez, o Senhor Deus disse a Jonas: — Apronte-se, vá à grande cidade de Nínive e anuncie ao povo de lá a mensagem que eu vou dar a você.” (Jn 3.12) 

Há vezes em que nós esperamos muito pela segunda chamada. Isso acontece quando foram vencidas algumas etapas na busca de emprego, ou veio a aprovação num concurso público e a vaga ficou bem próxima. Não foi esse o caso de Jonas ao receber a segunda chamada. “Pela segunda vez, o Senhor Deus disse a Jonas: — Apronte-se, vá à grande cidade de Nínive e anuncie ao povo de lá a mensagem que eu vou dar a você” (Jn 3.1-2). 

Jonas não queria ficar de novo na barriga de um peixe. Ele foi a Nínive por obediência, mas em seu coração não havia amor pelos assírios. Mesmo assim ele ficou fiel à mensagem que deveria anunciar a esses inimigos: “Dentro de quarenta dias, Nínive será destruída!” Era uma mensagem curta, um grito de acusação a todos pelas suas maldades. Mas era também um convite ao arrependimento. Quase um mês e meio de graça e oportunidade antes do castigo final e eterno. 

Aconteceu o incrível! A cidade inteira orou a Deus clamando por compaixão e abandonou os seus maus caminhos. Deus “então mudou de ideia e não castigou a cidade como tinha dito que faria (Jn 3.10). Essa mesma ideia Deus teve em nosso favor por meio do seu filho Jesus: “Porque assim como Jonas ficou três dias e três noites dentro de um grande peixe, assim também o Filho do Homem ficará três dias e três noites no fundo da terra” (Mt 12.40). 

Quantas chamadas Deus já fez para você? Quem sabe ele quer livrá-lo de um vício que o escraviza ou dar-lhe uma tarefa que testemunhe seu amor. Atenda, com um coração agradecido. 

Oremos: Senhor Deus, assim como chamaste Jonas pela segunda vez para realizar tua tarefa, chama a mim sempre de novo e dá-me o teu Espírito Santo para que eu atenda ao teu chamado. Em nome de Cristo. Amém.